das alegrias

As alegrias são fontes borbulhantes que podem irromper de súbito em qualquer ponto do corpo sem causa aparente ou intenção manifesta. São essas, aliás, as alegrias genuínas que por tais qualidades se distinguem com relativa facilidade de outros acidentes geográficos. Do ponto de vista estritamente cartográfico, as alegrias guardam a peculiar característica de convergirem todas – secretamente ou não –  para o centro do peito.

As alegrias brotam com facilidade e às vezes com violência, mas também podem se extinguir inesperadamente. Sua natureza líquida e volátil as faz aparentadas das tristezas e de outros sentimentos úmidos. No entanto, as alegrias podem se tornar perenes e tomar a forma de longos rios preguiçosos ou de chafarizes, sempre exuberantes, por mais modestos que sejam.