da incerteza

Os mapas querem prescindir do tempo. Há nisso ilusão vaidosa produzida pela pressa. Há nisso alusão confiante à presença do espírito no que pensamos ser o corpo. A ambígua tarefa de ser nos obriga a vagar entre vaidade e fé; indiferença e pressa. Unindo essas pontas díspares, a suspeita de que a eternidade nos navega.